Capítulo 108

***

Desistindo de esperar pela Melody, que estava ligeiramente atrasada, eu e o Jake fomos para a sala de aula, para não apanharmos falta. Nunca vi professora tão implacável! Até tenho medo de dizer alguma coisa!
Quando chegámos à sala sentámo-nos nos nossos lugares. A professora ainda não tinha chegado, o que me deu tempo para tirar as coisas de dentro da mala e virar-me para trás, para dar uma palavrinha ao Jake.
- Jake!
- Diz… - respondeu ele.
- Tens reparado no comportamento da Mel nestes últimos dias? Parece que anda… sei lá… triste!


- Triste?
- Sim! Não achas? Sei lá, parece que anda menos contente!
- Sim, se está triste é porque está menos contente! – corrigiu ele, irritando-me.
- Jake, estou a falar de coisas sérias! A Mel não anda bem. Logo agora que estava supostamente tudo a correr bem! Porque estará ela assim?
- Não sei. Por acaso tenho reparado que ela anda diferente… mas triste?


- Sim! Já não está tão bem-disposta como dantes! O que será? Recusa os nossos convites para sair, assim que sai da escola enfia-se em casa… não percebo!
- Deve estar a descomprimir de tudo o que aconteceu! Ela sempre foi forte, e sempre aguentou tudo o que se passou na vida dela, e agora não aguentou!
- Mas agora era suposto ela estar mais animada, já que está tudo a endireitar-se!

***

Despedi-me com um beijo rápido na face do meu pai e sai do carro. Não estava propriamente tarde, mas também não era cedo e eu odeio chegar atrasada.


Dirigi-me num passo apressado á sala e verifiquei, com muito alívio, que a professora ainda não tinha chegado. Avistei o Jake e a Cassie, a falarem com um ar ligeiramente preocupado.

***

De repente, o Jake olhou para a porta. Por momentos pensei que era aquele demónio da professora, mas estava errada.
- Ssssh! Ela vem aí! – exclamou o Jake, dando-me um toque no braço.


***

- Bom dia! – cumprimentei.
- Me… Melody, bom dia – respondeu a Cassie, atrapalhadamente. Dedicou-se logo de seguida a escrever as lições no caderno.
- Bom dia, amor – saudou o Jake, com um ar ligeiramente comprometedor – Estavas aí há muito tempo?
- Não, cheguei agora mesmo – disse eu, curvando-me para o beijar.
A inquietude que a voz do Jake deixara transparecer não me deixou nada à vontade. E o ar superficial com que a Cassie se empenhara a escrever «Lição número 41 e 42» agravou ainda mais a situação.
- Estavam a falar de quê? – Indaguei, tentando não revelar as minhas desconfianças.
A boca do Jake abriu e fechou, sem sair qualquer som.
- Da universidade. De nós nos separarmos e assim… - Intrometeu-se a Cassie, com um sorriso triste.


Não cheguei a responder, porque a professora entrou e tive que me ir sentar de imediato. Mas fiquei muito mais tranquila. A conversa sobre a universidade explicava o ar preocupado que eles ostentavam quando cheguei á sala. Afinal, eram tudo conjunturas da minha cabeça…
Dediquei alguns segundos a olhar para a minha turma. Olhei para o lugar da Sarah, o segundo da primeira fila. Conseguia-se notar perfeitamente que ela tinha mudado, embora nem todos os colegas de turma estivessem dispostos para a aceitar. Emanava um sorriso bondoso da sua cara, enquanto tentava ajudar outros colegas ou simplesmente ouvir a professora. Parecia que estava contente por voltar à escola.


O Dave e a Lilly continuavam muito misteriosos. Mal falavam nas aulas mas os seus olhares entrecruzavam-se intensamente. Se havia amor entre eles, eu não sabia. Mas pelo menos estava mais descansada pelo Dave ter arranjado alguém que lhe fizesse companhia, para ele não se sentir tão sozinho na escola.


O Jake e a Cassie também continuaram estranhos o resto da aula. A Cassie olhava, ora para mim ora para o Jake, mas sempre que olhava para este, fazia um olhar estranhamente arregalado, abanando a cabeça inúmeras vezes seguidas. Um acto típico dela, mas que não deixava de ser estranho. Tentei convencer-me a mim própria que não se passava nada, e continuei atenta à aula.
Depois de almoço, o Jake e a Cassie convidaram-me para ir fazer alguns trabalhos de casa em atraso, e se os fizéssemos em conjunto, o tempo custaria menos a passar. Tive a brilhante ideia de os levar até ao pátio da escola, estando este deserto, seria um excelente lugar para trabalhar.
Sentámo-nos na relva à sombra de uma árvore e começámos pelos trabalhos de Matemática. Passados dois minutos, a Cassie fez-se ouvir:
- OK, eu não consigo! Isto é horrível! Eles querem matar-nos!


- Tem calma Cassie – acalmei-a – este exercício até é dos mais fáceis.
- Está bem, está bem… vou tentar! Pronto!
Houve um momento de silêncio, prolongando-se de alguns instantes para alguns minutos. Quando olhei para eles os dois, ambos denotavam uma cara comprometedora, olhando um para o outro.
- Isso é tudo sobre aquele assunto da Universidade? – perguntei.
- O quê? Universidade? – perguntou a Cassie, confusa.


- Estiveram aos segredos a manhã toda! O que é que se passa?
- Dizes tu? – sussurrou a Cassie para o Jake.
- Não, dizes tu! – respondeu o Jake, num igual sussurro.
- OK! Melody! – começou a Cassie pondo os livros na relva – Nós estamos preocupados contigo!
- Comigo? Porquê?
- Tu andas triste! Não andas bem!
- Mel – interveio o Jake – se tiveres algumas coisa para nos contar, sabes que estamos aqui para te ouvir! Não vale a pena esconderes, nós sabemos que não estás bem!


- Eu soube primeiro! – exclamou a Cassie, pondo o dedo no ar, como se estivesse na sala de aula.
- Nota-se assim tanto? – perguntei, ciente que já não valia a pena esconder.
- Sim!
- É que… o meu tio… o meu Tio Arthur, foi-se embora! Para a terra do meu avô.
- Então mas podes sempre visitá-lo!
- Posso! Mas acho que não é a mesma coisa! E além disso… a decisão dele fez-me pensar… e tenho estado a remoer no assunto há dias!


- A pensar em quê? – inquiriu o Jake, franzindo o sobrolho.
Inspirei para falar, mas não consegui projectar a voz.
- Nada… nada! – disfarcei – Vamos continuar os trabalhos?


3 Response to "Capítulo 108"

  • Desi Says:

    Ai Ai, eles já notaram! Malandros, têm olho para aquilo! hahaha
    Muito bom, continua assim!


  • mmoedinhas Says:

    Será que a Melody também vai embora como o tio? :O Bem devia para clarear as ideias... *pensa*
    Continuo a pensar como a mel tem tão bons amigos... O jake tava tão sexyyy (2ª foto *suspiro*) e continuo a impressionar-me como a Sarah esta diferente... Tem um sorriso tão doce em ves daquele narizinho empinado, vai no bom caminho!
    Qué maaais!! *bate com as mãos na mesa*


  • Diogo Says:

    Acho que o Jack tambem podia ter feito alguma coisa mas pronto :p!
    QUE FRASES!! Adorei, espero por mais da historia :D


Postar um comentário