Capítulo 36



“- E voltámos para mais um Reality Show para desvendar a vida secreta da Modelo Famosa Sarah Mello, e parece que desta vez vem muito bem acompanhada pela sua mais recente amiga da Escola: Cassandra Brown!”



Nem podia crer no que os meus olhos estavam a visualizar naquele momento. A Cassie estava na Televisão a acompanhar a Sarah! E, se não fossem os longos anos que tenho de amizade com ela, nem a reconhecia no meio daquela pintura carregada, cabelo super arranjado e roupas brilhantes com cores metálicas e resplandecentes. A sua boca desenhava um enorme sorriso de satisfação por estar a acompanhar o seu ídolo na Televisão e como não podia deixar de ser, soltava gargalhadinhas histéricas sempre que os convidados que assistiam ao programa empertigavam o pescoço para a verem melhor e a aplaudiam incansavelmente.
“- Vamos começar por saber como surgiu esta amizade!”



A Sarah ergueu a sua cabeça com os seus longos e brilhantes cabelos loiros e começou a explicar… mais propriamente… Mentir!
“- Eu e a Cassandra sempre nos demos bem quando eu entrei para a Escola. Ela foi das primeiras a falar comigo de uma maneira tão simpática que eu não pude recusar uma amizade tão forte como a que temos agora! Digamos que agora somos as melhores amigas de sempre, e não nos separamos por nada…”



Nesse momento, a Cassie soltou uma ligeira gargalhada de felicidade, pelo que a Sarah lhe deu uma cotovelada no seu antebraço cheio de pulseiras multicores.
“- É muito reconfortante ver que a típica rivalidade entre estrelas de Hollywood está ausente nesta bonita relação. É bom saber. Agora vamos perguntar à sua amiga Cassandra Brown como é ter como melhor amiga a Modelo mais famosa de Hollywood.”



A Cassandra tossicou, ajeitando suavemente o seu cabelo, outrora espigado e descuidado, incrivelmente liso e brilhante.
“- É uma sensação muito boa. Eu sinto-me muito bem sempre que tenho aquelas longas conversas com a Sarah. Parece que não há nada à nossa volta, apenas a nossa amizade e os nossos fortes laços. E claro, ajudamo-nos uma à outra. Por exemplo, eu arrumo sempre o cacifo da Sarah…”



E ao dizer aquilo a Sarah deu outra forte cotovelada no antebraço da Cassie, com uma cara de poucos amigos, voltando a sorrir rapidamente no momento em que olhava para a apresentadora.
“- Bem… não sabia que pedia às suas amigas para arrumar o seu cacifo, Sarah.”



“- E não peço! O que a Cassandra estava a tentar dizer é que nos ajudamos muito uma a outra, dando um exemplo fictício como este de limpar o cacifo!”



A Sarah começou a ficar cada vez mais nervosa, soltando falsas gargalhadas para disfarçar.
A apresentadora compôs os seus óculos e remexeu nos seus papéis, prosseguindo para mais uma pergunta:
“- Ora diga-nos Cassandra, antes de passar a palavra para a sua amiga… Antes desta forte amizade com Sarah Mello, teve mais alguma amiga assim? Uma amiga que soubesse que pudesse confiar e que estivesse sempre a seu lado nos piores e melhores momentos? Uma… melhor amiga de infância?”



Nesse momento, levantei a minha cabeça, que se encontrava encostada ao sofá, na esperança de que ela se lembrasse do seu passado, quando me tinha como melhor amiga.
A Cassie ficou com um ar pensativo enquanto olhava para o chão. Passados uns instantes, depois de ouvir alguém do público tossicar, continuou:
“- Claro que não… A Sarah foi a minha melhor amiga de sempre! Nunca tive uma amiga assim, sempre a apoiar-me e a levantar-me o animo sempre que me sinto triste. É uma autêntica irmã para mim!”



“- Ai que bonito! Eu fico muito feliz por saber que vocês se dão bem! São a dupla de amigas mais amorosa que veio aqui! Então vamos prosseguir, no fim deste momento comovente, vamos saber um pouco mais sobre…”





- Então? Porque desligaste? – Perguntou o meu Pai surpreendido.
Nos primeiros segundos do silêncio que se instalou na Sala, não respondi, vindo-me lágrimas de raiva aos olhos prontas para brotar. Mas o meu pai chamou-me pela segunda vez…
- Melody?
- Não me apeteceu… não… não me apeteceu ver o resto daquelas mentiras…
- Estou muito impressionado com a Cassie… Ela nem se lembrou de ti! – Exclamou o meu pai que, tal como eu, estava muito indignado.
- Eu… eu preciso de estar sozinha.
Dito aquilo, levantei-me subitamente do sofá e dirigi-me para o meu quarto. Com as lágrimas a brotarem-me em abundância dos olhos, retirei da minha caixa lilás uma fotografia que tinha tirado com a Cassie no 10º ano.



Rasguei-a em pedaços, com um misto de raiva e tristeza a tomar conta do meu coração. Rasguei aquela fotografia descarregando toda a minha raiva, mandando pela janela todos os minúsculos pedaços que a constituíam, caindo num lençol de água criado pela suave chuva que se instalou naquela tarde. Ainda a tentar conformar-me do que a Cassie… Cassandra foi capaz de fazer, estendi-me na cama com as lágrimas já secas, tendo-me humedecido a cara e a roupa. A pouca maquilhagem que tinha estava visivelmente esborratada, serpenteando-me as bochechas quando acompanhou o doloroso escorrimento das lágrimas.



Acabou, Cassie.



4 Response to "Capítulo 36"

  • Diogo Says:

    ADOREI MUITO! Compreendo-a muio!! Parabéns!!! Senti todas as emoçoes!! =D Continua...


  • mmoedinhas Says:

    ahhhhhhh!!!!! Estou furiosa com a Cassie! E com A Sarah!!!!!!! Que ardam as duas no inferno! Que se afoguem as duas num lago cheio de crocodilos!!! arggggg !!!!!!!!!!!!!!!!! estou furiosissima!!!!!
    Nem consigo pensar direito... Tudy como pudeste!!

    Deg deg

    P.S: apesar de estar furiosa adorei este capitulo.
    Mel estou contigo!


  • Mr.Lis Says:

    Ohhh...
    Coitada da Melody ela não merecia uma coisa destas...


    Mas mesmo assim o episódio estava bem fixe


  • Desi Says:

    Muito boM!!
    ADOREI MESMO!
    A Cassandra é má! Má! Má! Má!
    -.-
    Ruimzona...

    Continua assim!!


Postar um comentário